Pular para o conteúdo principal da pagina
pessoa selecionando material em carteira azul

Mercado

Setorial Varejo & Shoppings: Novembro 2023

Mais um mês com o Índice de Consumo performando abaixo do Ibovespa

Publicado por: Análise BB

conteúdo de tipo Leitura6 minutos

Atualizado em

27/05/2024 às 15:03


Em outubro, o Ibovespa acumulou variação negativa de 2,94%, na esteira de um movimento de maior aversão ao risco diante das discussões quanto à extensão da alta da taxa de juros norte-americana, do conflito no Oriente Médio e das incertezas quanto ao cumprimento da meta de déficit zero em 2024 no Brasil. Dentre os índices setoriais, o Índice de Consumo foi o que apresentou o pior desempenho, com queda de 8,9% em outubro, prejudicado pelas expectativas de divulgação de resultados fracos das varejistas no 3T23, bem como pelo movimento de abertura da curva de juros pesando sobre a precificação dos ativos.

Por esses mesmos motivos, os papéis com as piores performances no mês foram Magazine Luiza (MGLU3) e Casas Bahia (BHIA3), enquanto Pão de Açúcar (PCAR3) e Pague Menos (PGMN3) foram os únicos papéis com performance superior à Ibovespa no período. No caso de GPA, a divulgação do resultado do 3T23 animou os investidores, diante da melhoria de indicadores operacionais. Já no caso de Pague Menos, entendemos que a performance positiva deve-se às expectativas de melhoria de indicadores no resultado do 3T23, que será divulgado dia 06, pós-pregão.

A respeito da temporada de resultado do 3T23, observamos que nossas expectativas são negativas para o setor. No geral, esperamos uma desaceleração de vendas e margens pressionadas, com todos os segmentos (drogarias, supermercados, vestuário e bens duráveis) impactados negativamente.

Estamos incluindo no relatório setorial deste mês um comparativo de indicadores dos resultados 3T23 divulgados até o momento da companhias nos segmentos de drogarias, supermercados, vestuário e bens duráveis, bem como o calendário de divulgação das companhias remanescentes.

Desempenho Ações Varejistas de Companhias Cobertas - Outubro 2023

Em direção oposta à das varejistas, as companhias de shopping center tiveram performances superiores à do Ibovespa no mês de outubro, com destaque para a Allos, que acumula alta de quase 40% desde o início do ano.

O setor tem se mostrado bastante resiliente mesmo com a desaceleração do setor de consumo, beneficiando-se do aumento da oferta de serviços nos shoppings centers. Nesse sentido, a Multiplan divulgou seu resultado do 3T23 dia 26 (pós-pregão), considerado positivo em nossa visão, diante da combinação de vendas robustas e rentabilidade expressiva.

Desempenho Ações de Companhias de Shoppings - Outubro 2023

Disclaimer

Este é um relatório público e foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. (“BB-BI”). As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes fidedignas e de boa-fé, tendo sido tomadas medidas razoáveis para assegurar sua exatidão no momento de publicação. Contudo, o BB-BI não garante que tais dados sejam totalmente isentos de distorções e não se compromete com a veracidade dessas informações. Todas as opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e derivam do julgamento de nossos analistas de valores mobiliários (“analistas’), podendo ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio. O BB-BI não garante o lucro e não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas nesse material, que tem por finalidade apenas informar e servir como instrumento que auxilie a tomada de decisão de investimento, não devendo ser  interpretado como material promocional, recomendação, oferta ou solicitação de oferta para comprar ou vender quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao capital investido. A rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Nos termos do art. 22 da Resolução CVM 20/2021, o BB-BI, em conjunto com o Conglomerado Banco do Brasil S.A. (“Grupo”), declaram que (i) podem ser remunerados por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa(s); (ii) podem possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), e poderão adquirir, alienar ou intermediar valores mobiliários da(s) empresa(s) no mercado.

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.