Pular para o conteúdo principal da pagina
mulher negra em cenário agro

Mercado

Como performaram os setores de Agro, Alimentos e Bebidas?

Publicado por: Análise BB

conteúdo de tipo Leitura6 minutos

Atualizado em

14/05/2024 às 15:42


Ações da BRF e da JBS vêm se destacando positivamente no setor, refletindo a dinâmica mais favorável para carne de frango. Com performance inferior à do Ibovespa, observamos a SLC Agrícola, pressionada pelos preços das commodities, e a Ourofino, cujo desempenho operacional tem enfrentado um cenário pouco propício.

Em abril, houve aumento nas exportações de soja na comparação anual, mas retração em milho. No levantamento de safra mais recente, a Conab elevou as estimativas de grãos para a safra atual, mesmo já considerando os primeiros impactos negativos decorrentes da catástrofe climática ocorrida no Rio Grande do Sul.

Já o USDA apresentou as primeiras projeções para a safra 2024/25, com estimativas de produção e estoques finais acima da safra anterior para a soja e abaixo para o milho. Para a safra 2023/24, houve redução da produção de soja e de milho no Brasil.

Em relação às exportações de carne bovina observamos em abril a continuidade da tendência de alta significativa na comparação anual, enquanto os preços médios seguiram estáveis em relação aos meses anteriores.

Os embarques de carnes de frango e suína tiveram alta na comparação anual, com a permanência da China entre os principais destinos das exportações de ambas as proteínas, enquanto o preço médio da carne de frango avançou e o de carne suína teve retração.

Por fim, a confiança do empresário e do consumidor avançaram, assim como a renda real média. Já a produção de bebidas recuou ante o mês anterior, mas mostrou crescimento na comparação anual.

Disclaimer

Este é um relatório público e foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. (“BB-BI”). As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes fidedignas e de boa-fé, tendo sido tomadas medidas razoáveis para assegurar sua exatidão no momento de publicação. Contudo, o BB-BI não garante que tais dados sejam totalmente isentos de distorções e não se compromete com a veracidade dessas informações. Todas as opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e derivam do julgamento de nossos analistas de valores mobiliários (“analistas’), podendo ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio. O BB-BI não garante o lucro e não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas nesse material, que tem por finalidade apenas informar e servir como instrumento que auxilie a tomada de decisão de investimento, não devendo ser interpretado como material promocional, recomendação, oferta ou solicitação de oferta para comprar ou vender quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao capital investido. A rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Nos termos do art. 22 da Resolução CVM 20/2021, o BB-BI, em conjunto com o Conglomerado Banco do Brasil S.A. (“Grupo”), declaram que (i) podem ser remunerados por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa(s); (ii) podem possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), e poderão adquirir, alienar ou intermediar valores mobiliários da(s) empresa(s) no mercado.

Carne Bovina

Em fevereiro, as exportações de carne bovina continuaram a tendência de alta significativa na comparação anual, enquanto os preços médios seguiram estáveis em relação aos meses anteriores. Já o preço da arroba do boi, medido pelo Indicador CEPEA, continuou retraindo, em linha com a maior oferta de gado, e encerrou o mês de fevereiro em R$ 235/arroba.

Os dados preliminares até a segunda semana de março mostram a continuidade desta tendência, com crescimento de 56% no volume médio diário na comparação anual, e queda de 6,4% a/a nos preços médios.

O indicador do boi gordo, medido pelo CEPEA/ESALQ, continuou retraindo e encerrou fevereiro em R$ 235,00/@, queda de 4% em relação ao mês anterior, enquanto na comparação anual, a redução foi de cerca de 12%, refletindo a maior oferta de gado durante a fase favorável do ciclo bovino no Brasil.

Carne de Frango e Suína

Os embarques de carnes de frango e suína avançaram na comparação anual, puxados pela demanda aquecida na China, que permaneceu como principal destino das exportações de ambas as proteínas, enquanto os preços médios continuaram retraindo no período.

Os preços futuros de milho continuaram em queda ao longo do mês de fevereiro, tanto as cotações do cereal no mercado interno (-8,0% m/m), como os preços internacionais (-7,3% m/m), refletindo, respectivamente, a baixa demanda de grãos pela indústria, e a expectativa de maior oferta global a safra atual – que não se confirmou com a divulgação do relatório de oferta e demanda do USDA, revertendo a trajetória das cotações.

gráfico de informações da exportação de carne de frango e suína no Brasil

Bebidas

Após a melhora do cenário para o setor brasileiro de bebidas observada nos últimos meses de 2023, os dados mais recentes mostram uma ligeira reversão das condições de mercado, que se refletiu na confiança do empresário do setor e do consumidor.

A produção de bebidas desacelerou o forte ritmo observado nos últimos meses de 2023, por questões sazonais, mas teve incremento de 8,6% a/a na categoria de alcoólicos e de 11,1% a/a em não alcoólicos, de acordo com os dados do IBGE.

tabela descritiva de informações em cinza e vermelho
Disclaimer

Este é um relatório público e foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. (“BB-BI”). As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes fidedignas e de boa-fé, tendo sido tomadas medidas razoáveis para assegurar sua exatidão no momento de publicação. Contudo, o BB-BI não garante que tais dados sejam totalmente isentos de distorções e não se compromete com a veracidade dessas informações. Todas as opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e derivam do julgamento de nossos analistas de valores mobiliários (“analistas’), podendo ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio. O BB-BI não garante o lucro e não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas nesse material, que tem por finalidade apenas informar e servir como instrumento que auxilie a tomada de decisão de investimento, não devendo ser interpretado como material promocional, recomendação, oferta ou solicitação de oferta para comprar ou vender quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao capital investido. A rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Nos termos do art. 22 da Resolução CVM 20/2021, o BB-BI, em conjunto com o Conglomerado Banco do Brasil S.A. (“Grupo”), declaram que (i) podem ser remunerados por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa(s); (ii) podem possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), e poderão adquirir, alienar ou intermediar valores mobiliários da(s) empresa(s) no mercado.

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.