Pular para o conteúdo principal da pagina

Onde investir

Um ano de Estratégia Swing Trade. Quanto está rendendo?

Confira a rentabilidade, números e curiosidades sobre a estratégia de trade em renda variável lançada em abril de 2023 pelo BB Investimentos.

Publicado por: Análise BB

conteúdo de tipo Leitura4 minutos

Atualizado em

01/04/2024 às 17:23


Há um ano, lançávamos a Estratégia Swing Trade. Ela nasceu da necessidade de suprir aos clientes investidores do BB oportunidades de trade ideas em renda variável, de forma ágil, simples e, acima de tudo, rentável.

A agilidade veio na forma de um setup objetivo. Desenvolvemos uma logística na qual, uma vez informados os parâmetros do algoritmo, não há dúvidas quanto à necessidade de se operar, nem a que preço, horário do dia etc. Nossas sugestões, tanto de entrada, quanto de saída, são publicadas pela manhã, antes da abertura do mercado, tendo como parâmetro das operações o preço de abertura do ativo na B3, independente de sua oscilação em relação ao fechamento do dia anterior. Por conta disso, afirmamos com grande conforto que estamos, na prática, ofertando um Trading System em cada um dos vinte ativos que acompanhamos.

A simplicidade manifesta-se por meio do setup de indicadores. Escolhemos, após largo estudo e testes retroativos (backtesting), um dos indicadores mais clássicos da análise técnica: o cruzamento de médias móveis. Conhecedores da ferramenta tratarão de questionar as ineficiências, notadamente o número de operações falsas em momentos de ausência de tendência dos ativos e o atraso do sinal quando da captura efetiva de uma tendência, que leva a compras e vendas geralmente sub ótimas. O esforço, e em nossa opinião o maior mérito da estratégia até esse momento, em que obtivemos o que consideramos uma rentabilidade satisfatória, está no estudo exaustivo de backtests realizado, que possibilitou encontrarmos um par de médias móveis customizado para cada ativo, respeitando o perfil de volatilidade que cada um possui.

Confira também outras recomendações do BB-BI

Por fim, a rentabilidade, que sempre foi e sempre será o objetivo principal, só saberíamos ao colocar o sistema para rodar. Felizmente, temos obtido resultados bons neste aspecto! Apesar das entradas e saídas, como levantado anteriormente, não serem nos melhores momentos muitas vezes – o que já esperávamos dada a característica do indicador escolhido - temos conseguido operar com grande segurança, o que por si só já é algo que nos satisfaz. Não é nada incomum capturarmos oscilações positivas mesmo em ativos que não desenham efetivamente uma tendência duradoura, assim como diversas vezes conseguimos recomendar uma nova compra a um preço inferior, em um ativo que havíamos saído no passado, o que se traduz efetivamente em uma posição de risco menor. Os stop losses são, em sua maioria, curtíssimos, e apesar de ao longo desses últimos 12 meses apenas Petrobras ter desenhado uma verdadeira tendência em nossa opinião, obtivemos diversas operações com mais de 20% e algumas com mais de 30% de rentabilidade.

Nada está tão bom que não possa ser melhorado

Neste momento, estamos refinando os estudos, incluindo os últimos 12 meses à análise, e procederemos com novos testes retroativos para a identificação de possíveis ajustes à metodologia, que devem incluir majoritariamente pequenas mudanças nos períodos das médias. Apesar da rentabilidade satisfatória, consideramos importante imaginar que a estratégia pode melhorar. As operações que chamamos de icônicas (disponíveis no PDF anexo abaixo) serão as principais lições sobre as quais nos debruçaremos para continuar desenvolvendo um produto cada vez mais seguro e rentável para nossos clientes investidores.

Grandes Números

gráfico descritivo de informações estratégia

Assimetria é a chave

  • Desenhamos a estratégia para quando vencer, ganhar muito, e quando perder, perder pouco.

Os ganhos têm sido, em média, três vezes maiores que as perdas.

percentual de resultados estratégia

Rentabilidade visão Taxa Interna de Retorno

A Taxa interna de Retorno é a técnica da matemática financeira utilizada para o cálculo da rentabilidade de uma série de entradas e saídas irregulares de caixa em um determinado período

Calculamos o retorno de um desembolso em volume (ex: R$ 1.000,00) na compra, e um reembolso na venda (do valor resultante da operação: mais de R$ 1.000,00, se positiva, e menos de R$ 1.000,00, se negativa), levando em consideração o prazo, para cada operação sugerida.

percentual de resultados estratégia
Disclaimer

Este é um relatório público e foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. (“BB-BI”). As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes fidedignas e de boa-fé, tendo sido tomadas medidas razoáveis para assegurar sua exatidão no momento de publicação. Contudo, o BB-BI não garante que tais dados sejam totalmente isentos de distorções e não se compromete com a veracidade dessas informações. Todas as opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e derivam do julgamento de nossos analistas de valores mobiliários (“analistas’), podendo ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio. O BB-BI não garante o lucro e não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas nesse material, que tem por finalidade apenas informar e servir como instrumento que auxilie a tomada de decisão de investimento, não devendo ser interpretado como material promocional, recomendação, oferta ou solicitação de oferta para comprar ou vender quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao capital investido. A rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Nos termos do art. 22 da Resolução CVM 20/2021, o BB-BI, em conjunto com o Conglomerado Banco do Brasil S.A. (“Grupo”), declaram que (i) podem ser remunerados por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa(s); (ii) podem possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), e poderão adquirir, alienar ou intermediar valores mobiliários da(s) empresa(s) no mercado.

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.