Pular para o conteúdo principal da pagina
notebook com tela em gráficos de investimentos

Quero aprender

O que é stop loss e como operar nessa ferramenta de proteção ao investidor

Além do stop loss, conheça também o mecanismo de stop gain

Publicado por: Broadcast Exclusivo

conteúdo de tipo Leitura5 minutos

Atualizado em

23/05/2024 às 15:22

Por Gustavo Boldrini, do Broadcast

Investir no mercado de ações tem seus riscos, por isso o investidor dispõe de algumas ferramentas para reduzir sua exposição a eventuais prejuízos. Um desses mecanismos, talvez o mais famoso deles, é conhecido pela expressão em inglês "stop loss", que numa tradução livre significa "parar perdas". Mas só existe trava para prejuízo? Também é possível determinar um ponto de parada para ganhos, que é a situação inversa, chamada de "stop gain". Ambos instrumentos estão disponíveis para os investidores nas plataformas das corretoras, tanto para estratégias mais conservadoras de alocação de recursos quanto nas mais agressivas.

No mercado de renda variável, as transações são feitas por meio de ordens. Se você for comprar uma ação, precisa emitir uma ordem de compra. Se for vender, uma ordem de venda. Para ativar o mecanismo de stop loss ou stop gain, também é preciso emitir uma ordem. Saiba como:

O que é stop loss?

Especialistas costumam aconselhar os investidores de ações que sempre olhem para os riscos antes de aplicar em determinado papel. Uma das maneiras de fazer isso é calcular o quanto de perdas o investidor está disposto a ter com aquele ativo. Daí em diante, pode emitir uma ordem de stop loss na plataforma de investimentos.

  • Por exemplo: se a pessoa comprou uma ação por R$ 10 e decidiu que está disposto a ter uma perda máxima de 20% naquele ativo, ele pode emitir uma ordem de stop loss para a eventualidade de a cotação cair a R$ 8. Com isso, assim que o papel atingir a marca determinada, será vendido, evitando que a ação caia mais e dê um prejuízo acima do que aquele investidor estava disposto.

O que é stop gain?

Pode parecer estranho, mas também é possível limitar os ganhos com determinada ação na Bolsa. Para isso, o investidor precisa lançar uma ordem de stop gain.

  • O funcionamento é semelhante ao stop loss, mas a lógica é inversa: em vez de determinar um valor limite para as perdas com aquela ação, aqui o investidor determina um valor máximo de ganhos com aquele ativo.

Mas, por que fazer isso? Antes de comprar uma ação, além de pensar no quanto de perdas você está disposto a ter com aquele ativo, também é possível estipular uma meta de lucro. Com o stop gain, o investidor pode lançar a ordem de vender o ativo quando ele atingir aquele lucro desejado. Existe o risco de o papel se valorizar mais depois e impedir um ganho maior, no entanto, a ideia aqui é aproveitar o movimento de alta da ação, antes que ela caia novamente.

Então, se o investidor comprou uma ação a R$ 10 desejando ter um lucro de 8%, ele pode acionar o stop gain a R$ 10,8, fazendo com que o sistema lance uma ordem automática de venda assim que a ação atingir este nível.

Ambos os mecanismos dão uma sensação de segurança para o investidor, para se precaver de grandes tombos ou saltos. Mas, se ao longo do percurso, a empresa anunciar alguma mudança de planos que altere sua avaliação sobre os riscos do negócio, o investidor pode redesenhar a estratégia e cancelar aquelas ordens para, depois, quando considerar pertinente, entrar na plataforma e preencher novos valores para stop loss ou stop gain na boleta.

Leia também: Que tipo de investidor é você?

Quando se deve fazer a ordem de stop loss ou stop gain?

O investidor pode configurar as ordens de stop loss e stop gain no momento em que fizer a compra de uma ação, mas também existe a possibilidade de lançar a ordem para papéis que já estão na carteira. Para isso, pergunte a seu assessor de investimentos qual o procedimento na plataforma que você utiliza. Normalmente, é possível clicar em cima do ativo e acionar essa opção na janela de ordens.

O que é a estratégia OCO?

O investidor que quiser operar com stop gain e stop loss ao mesmo tempo precisa se atentar à possibilidade de aderir a uma estratégia chamada de OCO, sigla em inglês que significa "ordem para cancelar a outra".

  • A ideia é que, quando uma das ordens é executada, a outra é automaticamente cancelada, sem que o investidor tenha algum tipo de dor de cabeça posterior.

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.