Mercado

'Jogo do tigrinho': Veja como se proteger de perfis que se multiplicam no Instagram e WhatsApp

Publicado por: Broadcast Notícias

conteúdo de tipo Leitura3 minutos

Atualizado em

18/06/2024 às 10:11

Usuários do Instagram e do WhatsApp vem relatando nos últimos meses uma onda de perfis nas redes sociais dedicados exclusivamente à divulgação do jogo de azar "Fortune Tiger", ou "jogo do tigrinho". Para atingir o maior número de pessoas, esses perfis normalmente se utilizam de quatro formas para alcançar os usuários: seguindo, marcando em fotos e enviando mensagens pelo Instagram e incluindo pessoas em grupos no WhatsApp.

Essas contas geralmente possuem nomes de usuário complexos, números de telefone internacionais e fotos de perfil com a imagem de um tigre. O "jogo do tigrinho" é do tipo caça-níquel virtual, em que os jogadores apostam dinheiro com o objetivo de alinhar três figuras iguais em três fileiras, o que resultaria em prêmios em dinheiro.

Veja também: Aposta esportiva não é investimento: entenda o porquê

Com essa nova "tendência" incomodando muitos usuários, há medidas que podem ser adotadas tanto no Instagram quanto no WhatsApp para manter seu perfil protegido do spam. Confira a seguir.

Como proteger minha conta no Instagram?

No Instagram é possível denunciar e bloquear contas que enviam spam.

Para denunciar um perfil, acesse a conta que deseja reportar, clique nos três pontinhos no canto superior direito da tela e selecione Denunciar. Em seguida, basta indicar na plataforma no motivo da denúncia, selecionando a opção Algo sobre esta conta, depois Outro motivo e, por fim, É spam.

Para bloquear uma conta com essa conduta, basta seguir o mesmo caminho dos três pontinhos, mas, desta vez, selecionando a opção Bloquear.

Mesmo com os usuários bloqueando e denunciando esses perfis, eles parecem sempre voltar com novos nomes de usuário e fotos, por isso, também é necessário preservar informações pessoais nas redes sociais para evitar problemas de segurança e roubo de dados.

Dessa forma, é importante não divulgar informações privadas no perfil, como número de telefone, endereço ou qualquer dado sensível. Esses fatos podem ser usados por golpistas para direcionar ataques mais eficazes e personalizados.

Ainda no Instagram, é possível ajustar as configurações de privacidade para limitar quem pode te adicionar em grupos. Para isso, é necessário ir em seu perfil e clicar nas três barrinhas que aparecem no canto superior direito da tela. Depois, é só rolar o menu e ir em Mensagens e respostas ao story. Nessa nova aba, vá em Controles de mensagem, em seguida em Quem pode adicionar você a bate-papos em grupo e selecione o botão Somente pessoas que você segue no Instagram.

Além disso, outro método para se manter protegido virtualmente é tornar sua conta privada pra evitar ser seguido por perfis desconhecidos. Para isso, o usuário deve seguir o mesmo passo a passo para chegar às três barrinhas, e depois, ir em Privacidade da conta. No menu atual, basta ativar a opção Conta privada, o que vai fazer com que os novos seguidores devam ser autorizados individualmente pelo dono do perfil.

Como proteger minha conta no WhatsApp?

Caso um contato envie uma mensagem de spam no WhatsApp, o usuário pode bloquear e denunciar esse número. Para isso, entre nos dados desse contato, role a tela e selecione Denunciar e, em seguida, Denunciar e bloquear. O mesmo procedimento pode ser feito em grupos, rolando a tela e clicando no botão vermelho Denunciar grupo.

Outra dica é para evitar que pessoas que não estão nos seus contatos te adicionem em grupos. Para isso, vá em Configurações no aplicativo, selecione Privacidade, depois Grupos e escolha a opção Meus contatos. Assim, apenas números salvos poderão te adicionar diretamente a um grupo, enquanto outras tentativas enviarão uma solicitação que poderá ser aceita ou recusada.

*Alice Labate é estagiária sob supervisão do editor Bruno Romani

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.