Quero aprender

Deseconomês | Investindo em ações

Saiba como a bolsa de valores pode te transformar em dono de várias empresas

Publicado por: Análise BB

conteúdo de tipo Video6 minutos

Atualizado em

09/07/2024 às 10:15


Este episódio do “Deseconomês” descomplica tudo sobre o mercado de ações, com explicações simples e fáceis de entende.! Aprenda sobre como funciona a B3 e como mesmo um investidor iniciante pode explorar esse tipo de investimento. Day Trade, Swing Trade ou Buy and Hold? Vem entender.

Assista ao vídeo ou continue lendo esse artigo.

Se você tem mais de 30 anos, provavelmente, quando era criança, já brincou de banco. Se não, deve ter alguém próximo (um irmão, um amigo) que gostava de ir à agência bancária para pegar todos os folhetos disponíveis, os envelopes de depósito e fabricar os próprios cheques em casa (cheques... eles tinham qualquer coisa de mítico). Talvez você tenha rabiscado uma primeira versão da sua assinatura nesse momento. No imaginário infantil, se via como o dono de uma grande empresa, com uma cadeira giratória e uma xícara de café, alguns detalhes que hoje podem ou não fazer sentido pra você.

O tempo passou, você cresceu, e descobriu que ser dono de uma grande empresa não é tão simples assim, certo? Nem sempre. Porque hoje vamos explicar o que são ações e como seus sonhos de infância estão menos distantes do que você imagina.

divulgação estratégia radar BB

Ações no Deseconomês

No economês, uma ação é a menor parcela do capital social de uma empresa. No deseconomês, ações são pedacinhos de uma empresa que você pode comprar e virar sócio dela.

Ao comercializar suas ações na Bolsa de Valores, a empresa busca gerar recursos para implementar projetos, fazer melhorias, comprar novas máquinas etc. Então, se você topa comprar um pedacinho dessa empresa, está investindo nela, torcendo e acreditando que ela vai dar certo e prosperar.

Você é, de alguma forma, dono. Além de estar aportando recursos, quanto mais a empresa crescer e aumentar seu valor de mercado, mais o dono-investidor também ganha, ampliando seu capital com a valorização das ações. Ou seja, ganham, mutuamente, empresa e acionista.

Bolsa de Valores? Valorização das ações?

Vamos te pedir de novo para voltar à infância e resgatar uma memória de ir com seus pais ou seus avós a uma feira, dessas de rua. Também ativou uma parte do cérebro aí? Muitas cores, cheiros, e sons. Inicialmente parecia que você não entendia nada do que as pessoas estavam dizendo. Cada vendedor tentando falar mais alto que o outro, para conquistar a clientela para o preço e a qualidade do seu produto. No bom e velho português-sábio-feirante: “vender o seu peixe”. Sempre tinha também um adulto pechinchando “tá muito caro...”, ou especulando “ah, mas eu vi no moço ali da esquina que o preço tava melhor e o tomate mais maduro...”.

Chama-se isso de "negociação".

Nas Bolsas de Valores, no fim das contas, o que está acontecendo é que empresas e investidores negociando, estão vendendo e comprando ações. A Bolsa é uma forma de organizar esse “comércio”, tornando-o mais seguro, eficiente e justo.

Além disso, aquela imagem que se tinha de muitas pessoas gritando e falando ao telefone, não existe mais. Hoje, as negociações são realizadas eletronicamente, na B3 (antiga BM&F Bovespa), e os corretores e investidores negociam e acompanham as transações no conforto de suas casas ou escritórios.

De uma maneira geral, se você comprou um pedacinho daquela empresa por R$ 10, e agora está sendo comercializado a R$ 15, você já lucrou com a operação. Porém, esse retorno só entra para você quando efetivamente vender aquela ação. Mas, será que ela pode chegar a R$ 18 amanhã e eu ganho ainda mais? Mas e se baixar pra R$ 12?

Essas movimentações e previsões são o que impulsionam o mercado e fazem brilhar os olhos de muita gente. Adicionalmente, podem ocorrer pagamentos de dividendos e de juros sobre capital próprio como formas de remuneração extra aos acionistas.

Day Trade, Swing Trade e Buy and Hold

Existem três expressões em inglês que definem diferentes formas de investir em ações:

O Day Trade é aquela forma de comprar os papéis e vender no mesmo dia, apostando na valorização das ações no curtíssimo prazo. É bastante arriscado, mas pode gerar retornos interessantes. Se popularizou muito nos últimos anos.

O Swing Trade já é uma estratégia a curto e médio prazo. No BB, a carteira que segue essa estratégia é a Carteira de Ações 5+, que recomenda mensalmente cinco ações pra investir. No InvesTalk vc também acompanha os alertas de oportunidades da Estratégia Swing Trade, um monitoramento feito pelos especialistas do BB Investimentos.

E a terceira forma de investir em ações é a chamada Buy and Hold, em que a estratégia é apostar na valorização das empresas mais no longo prazo. No BB, a carteira com essa pegada é a Carteira Fundamentalista.

Investindo em ações pelo BB

No Banco do Brasil, essa jornada torna-se ainda mais prática para o investidor. Pelo app Investimentos BB, é possível gerenciar todo o portfólio de produtos, seja de ações, fundos, tesouro direto etc. É lá que os investidores do Banco podem comprar, vender e acompanhar o desempenho de suas ações. E ainda investir sem taxa de corretagem e custódia.

Afinal, no fundo no fundo, ainda temos muito daquela criança que brincava de fazer cheque.

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.