Pular para o conteúdo principal da pagina
moedas e barras de ouro empilhadas

Quero aprender

Ouro é investimento? O que você precisa saber

Publicado por: Análise BB

conteúdo de tipo Leitura4 minutos

Atualizado em

15/05/2024 às 14:43


O investimento em ouro é um tradicional porto seguro no mercado financeiro, sendo um ativo de proteção da carteira em momentos de instabilidade. Dentre os motivos que o reforçam como um investimento seguro, ressalta-se o fato de ser negociado mundialmente e finito. Como um investimento durável e escasso, seu valor tende a se manter e se valorizar no longo prazo, mesmo com a ocorrência de crises globais, visto que atua como uma moeda universal.

No final de março, a B3 encerrou as negociações de Ouro (OZ1D) no mercado à vista . Esta foi uma das últimas ações da companhia, que desde setembro de 2023 vem comunicando os participantes quanto às estratégias de descontinuação dos contratos de ouro como ativo financeiro nos ambientes administrados pela instituição, incluindo também o mercado a termo e futuro.

Com a saída da B3, o investimento em ouro, que por muito tempo atraiu atenção de muitos investidores como um porto seguro, aparentemente tornou-se menos acessível. Será mesmo?

Por que o ouro é tão valioso?

Que o ouro é um produto que sempre teve o seu valor em nossa sociedade, isso é claro para todos. Foi um dos primeiros metais descobertos pelo ser humano e durante anos o produto reluzente foi a mais importante forma de reserva de valor, assumindo a característica de padrão monetário vigente no planeta e com o metalismo, mensurador da riqueza econômica.

No século XVIII, a mineração foi protagonista na atividade econômica do país e o Brasil relevância mundial nesse mercado. A grande exploração também foi acompanhada pelo desmatamento e contaminação de rios. Boa parte da posição extraída tinha como destino a Europa, consolidando na região o papel geopolítico que definia o poder financeiro global conforme o lastro de suas reservas.

As consequências da primeira guerra com gastos para reconstrução e hiperinflação tornaram inviável para a Europa a manutenção do padrão Ouro. Neste cenário, junto com a ascendência dos Estados Unidos, o dólar assume o protagonismo como principal meio para reserva de valor e referência para negociações globais.

Este contexto transformou o ouro em commodity, servindo como matéria-prima e como valor monetário, resguardada sua característica de reserva de valor com sua importância ressaltada tanto na crise de 2008, como também na recente pandemia do Coronavírus e na guerra da Rússia e Ucrânia, quando o ativo alcançou um dos seus maiores patamares de negociação.

Entenda: Dólar e o mercado de câmbio: Tudo que você precisa saber

Outras formas de investir em Ouro

O panorama atual do ouro traz reflexões tanto nas formas de investimento no metal como na extração dele, tendo em vista sua escassez. No país, atualmente, a legislação para fiscalização do garimpo e das negociações do ativo foram fortificadas com a IN RFB 2.138/2023, visando garantir a origem lícita do metal em todos seus estágios de negociação. Temos tido também avanços nas formas de obtenção do metal, a partir de Fundos de Investimentos com a carteira alocada no ativo, ETF’s que espelham a variação do ouro no mercado internacional e BDR’s de mineradoras.

Como várias fases do metal na história recente, o movimento atual do encerramento das negociações em bolsa e no mercado de balcão próprio do BB sinaliza mais uma evolução em termos de investimentos. No passado, a única forma de contar com a proteção garantida pelo ouro era através da compra física. Hoje, os produtos de investimentos oferecem opções para contar com sua rentabilidade e proteção sem a posse física e de forma mais acessível, com menores valores mínimos de investimentos em comparação ao preço da grama de ouro ante à negociada na B3.

Os recordes recentes da cotação no cenário internacional reforçam a relevância atual do ouro globalmente. Cabe ao investidor encontrar a modalidade para diversificação no ativo que mais se adeque ao seu perfil nesta nova perspectiva e adequar sua carteira contando com a proteção e rentabilidade que o metal proporciona.

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.