Mercado

O futuro dos bancos é mesmo digital? BB-BI inicia cobertura das ações do Nubank

Confira uma análise completa do roxinho e a recomendação dos analistas do BB-BI.

Publicado por: Análise BB

conteúdo de tipo Leitura5 minutos

Atualizado em

27/06/2024 às 10:52


Introdução

Entender o Nubank é, em nossa opinião, antes de mais nada, reconhecer que ele é o mais autêntico representante nativo digital no ecossistema bancário brasileiro, com todas as benesses e desafios que essa característica implica. Apesar de possuir uma prateleira de produtos onde figuram velhos conhecidos do mercado bancário, como cartão de crédito, conta corrente, investimentos, seguros e empréstimos – um portfólio simples e nada inovador, diga-se de passagem – a maneira como esses produtos foram desenhados para chegar até os clientes, a vontade destes de possuí-los dada a atratividade de seus baixos custos e a estrutura tecnológica pensada para dar suporte a esse modelo diferenciado de negócios é muito diferente do modelo bancário tradicional.

Como o Nu desafiou o status quo?

Os bancos operam produtos que oscilam, dependendo do contexto, entre demanda positiva e negativa. Os primeiros são produtos que as pessoas nem sempre necessitam, mas desejam, geralmente cartão de crédito e investimentos. Os segundos são produtos que as pessoas geralmente não desejam, mas eventualmente necessitam, como crédito, conta corrente e seguros. A proposta do Nubank, em sua nova abordagem quanto à maneira como os produtos bancários são disponibilizados e consumidos foi a redução (muitas vezes zeragem) dos custos dos produtos mais básicos aos clientes, que são a porta de entrada para o mundo financeiro. A aposta era que, com uma estrutura de custos mais enxuta e uma modelagem avançada de risco de crédito baseada em uma base crescente e geradora de dados de clientes bancarizados, eles pudessem se beneficiar de uma escala suficiente para que, em determinado momento, o negócio se tornasse rentável sem abrir mão de uma qualidade de serviço de excelência. Aqui também cabe o reconhecimento à coragem do Nubank ao não testar as águas com produtos não-crédito, e sim mergulhar diretamente em Cartão, um produto aspiracional, e uma modalidade de crédito com suas complexidades e altamente concorrido, em que que ele ousou fazer diferente, e obteve êxito.

Preço-alvo e recomendação

Confira no relatório de análise que preparamos.

Disclaimer

Este é um relatório público e foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. (“BB-BI”). As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes, em princípio, fidedignas e de boa-fé. Embora tenham sido tomadas todas as medidas razoáveis para assegurar que as informações aqui contidas não sejam incertas ou equivocadas, no momento de sua publicação, o BB-BI não garante que tais dados sejam totalmente isentos de distorções e não se compromete com a veracidade dessas informações. Todas as opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e derivam do julgamento de nossos analistas de valores mobiliários (“analistas’), podendo ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio, em função de mudanças que possam afetar as projeções da empresa, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança. Quaisquer divergências de dados neste relatório podem ser resultado de diferentes formas de cálculo e/ou ajustes. O Disclaimer completo encontra-se no relatório.

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.