profissional da saúde manuseando vacina

Mercado

Hypera (HYPE3): fraco desempenho de vendas, mas manutenção do guidance de EBITDA e lucro líquido

BB analisa resultado do 3o TRI 2023. Empresa apresentou resultado neutro, marcado for fraco desempenho de vendas, mas melhoria de margens.

Publicado por: Análise BB

conteúdo de tipo Leitura7 minutos

Atualizado em

09/01/2024 às 17:07


A Hypera apresentou um resultado 3T23 neutro, em nossa visão. O fraco desempenho dos medicamentos de gripe e correlatos prejudicou as vendas nesse trimestre. Apesar disso, a companhia foi capaz de aumentar sua margem operacional e margem líquida na comparação anual, além de acumular quase R$ 900 milhões em geração de caixa livre nos 9M23, mantendo o guidance de EBITDA e lucro líquido para o final de 2023.

Desempenho das Ações e Perspectivas

As ações da HYPE3 acumulam uma performance negativa em 2023 de quase 23%, refletindo a preocupação dos investidores com discussões relacionadas a benefícios tributários, fim da JCP e menor desempenho nas vendas em função desse cenário adverso para produtos de gripe e dor, cuja representatividade é expressiva no portfólio da companhia.

Nossa visão para a companhia, contudo, é positiva. Sua tese de investimento segue robusta, com investimentos em P&D e em expansão fabril pavimentando o crescimento para os próximos anos em um segmento (farmacêutico) com boas perspectivas. Dessa forma, consideramos que o preço corrente implica em um desconto expressivo em relação ao que preço justo de HYPE3, razão pela qual mantemos nossa recomendação em Compra.

Desempenho Econômico-financeiro

A receita líquida veio em R$ 2,1 bilhões, crescimento de 5,0% a/a e em linha com as estimativas (+1,7% r/e). O crescimento fraco deveu-se ao desempenho negativo das categorias de gripe, respiratório, dor e febre – relevantes no portfólio de medicamentos da companhia – devido à redução dos casos de gripe registrados no Brasil no 3T23.

O lucro bruto, por sua vez, totalizou R$ 1,3 bilhão, o que correspondeu a uma margem bruta de 63,3%, levemente inferior na comparação anual e em relação às nossas projeções (-0,2 p.p. a/a e r/e) devido ao impacto negativo do mix de produtos vendidos.

Já na margem EBITDA Ajustada, observamos incremento de 0,7 p.p. na comparação anual, fruto da redução das despesas de marketing como percentual da receita líquida em decorrência dos menores gastos com as categorias relacionadas à gripe, respiratório, dor de febre. Apesar do ganho de margem em relação ao 3T22, a margem EBITDA Ajustada veio inferior às nossas projeções em 0,9 p.p.

Em relação à margem líquida, pontuamos que a companhia reportou um lucro líquido de R$ 499 milhões, equivalente a uma margem de 23,3% no trimestre (+0,5 p.p. a/a e -0,2 p.p. r/e). O ganho observado na margem operacional foi parcialmente compensando pelo incremento das despesas financeiras, resultado do maior endividamento bruto.

A esse respeito, observamos que o endividamento líquido aumentou em R$ 990 milhões na comparação anual, atingindo 2,6x o EBITDA Ajustado dos últimos 12 meses. Vale comentar que a Hypera apresentou redução da alavancagem financeira pelo 2º trimestre consecutivo, refletindo a geração de caixa livre de R$ 447,8 milhões neste trimestre e de R$ 885 milhões no acumulado 9M23.

Destaques 3T23

Disclaimer

Este é um relatório público e foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. (“BB-BI”). As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes fidedignas e de boa-fé, tendo sido tomadas medidas razoáveis para assegurar sua exatidão no momento de publicação. Contudo, o BB-BI não garante que tais dados sejam totalmente isentos de distorções e não se compromete com a veracidade dessas informações. Todas as opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e derivam do julgamento de nossos analistas de valores mobiliários (“analistas’), podendo ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio. O BB-BI não garante o lucro e não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas nesse material, que tem por finalidade apenas informar e servir como instrumento que auxilie a tomada de decisão de investimento, não devendo ser  interpretado como material promocional, recomendação, oferta ou solicitação de oferta para comprar ou vender quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao capital investido. A rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Nos termos do art. 22 da Resolução CVM 20/2021, o BB-BI, em conjunto com o Conglomerado Banco do Brasil S.A. (“Grupo”), declaram que (i) podem ser remunerados por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa(s); (ii) podem possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), e poderão adquirir, alienar ou intermediar valores mobiliários da(s) empresa(s) no mercado.

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.