Pular para o conteúdo principal da pagina
avião decolando ao céu

Mercado

Redução de custos não é suficiente e Gol entrega prejuízo no 1T24. Confira análise do BB-BI

BB-BI reitera venda para GOLL4.

Publicado por: Análise BB

conteúdo de tipo Leitura2 minutos

Atualizado em

23/05/2024 às 13:03


A Gol apresentou um resultado negativo no 1T24, em nossa opinião.

Embora a redução dos custos com combustíveis tenha ajudado o resultado, observamos tendências negativas no mercado doméstico que prevaleceram sobre o trimestre, como redução de receita de passageiros, RPK, ASK, taxa de ocupação das aeronaves e despesas financeiras, levando a um prejuízo líquido recorrente de R$ 130 milhões (revertendo lucro líquido recorrente de R$ 136 milhões no 1T23).

  • Houve pontos positivos que merecem destaque, como o avanço no mercado internacional (~ 14% da operação total da Gol, em termos de RPK), o avanço nas receitas de transporte de carga (~ 8% da receita operacional líquida total) e o avanço nas negociações relativas ao Chapter 11. Porém, que não foram suficientes para compensar os pontos negativos. As linhas detalhadas serão apresentadas ao longo do relatório.

Desempenho

No consolidado, a companhia entregou receita operacional líquida de R$ 4,7 bilhões (-4,2% a/a); EBITDA recorrente de R$ 1,4 bilhões (+15% a/a) com margem EBITDA recorrente de 30,3% (+5,1 p.p. a/a), beneficiado pela redução de 27% a/a nos custos com combustível de aviação; EBIT recorrente de R$ 999 milhões (+18,7% a/a) com margem EBIT recorrente de 21,2% (+4,1 p.p. a/a); e prejuízo líquido recorrente de R$ 130 milhões (vs lucro líquido recorrente de 136 milhões no 1T23), impactado principalmente pelas despesas financeiras de juros sobre empréstimos e financiamentos.

Chapter 11

A Gol informou que em 13 de maio possuía acordos aprovados para 109 aeronaves (do total de 142), que incluem concessões de arrendamento, devoluções e financiamentos de manutenção de motores. Além disso, informou que deu início às discussões sobre o plano de financiamento que servirá de base para o plano de reorganização da companhia. Consulte nossa visão sobre o processo de reestruturação aqui.

Calamidade pública no RS. Segundo relatório de 13/05, do Ministério de Portos e Aeroportos, dos 5 aeroportos operados pela Gol no RS, o de Porto Alegre – responsável por ~2,65% do RPK total da companhia – permanece fechado por tempo indeterminado e o de Passo Fundo – responsável por <0,01% do RPK total da companhia – opera com restrições. Os 3 demais estão operacionais.

Momento e perspectivas

Enquanto o processo do Chapter 11 não é endereçado, temos pouca visibilidade quanto às condições operacionais e à saúde financeira da Gol à frente. Mantendo nosso cenário base conforme último relatório de revisão de preço (consulte aqui), reiteramos recomendação de venda para GOLL4, com preço-alvo de R$ 1,10 para o final de 2024.

Disclaimer

Este é um relatório público e foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. (“BB-BI”). As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes fidedignas e de boa-fé, tendo sido tomadas medidas razoáveis para assegurar sua exatidão no momento de publicação. Contudo, o BB-BI não garante que tais dados sejam totalmente isentos de distorções e não se compromete com a veracidade dessas informações. Todas as opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e derivam do julgamento de nossos analistas de valores mobiliários (“analistas’), podendo ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio. O BB-BI não garante o lucro e não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas nesse material, que tem por finalidade apenas informar e servir como instrumento que auxilie a tomada de decisão de investimento, não devendo ser  interpretado como material promocional, recomendação, oferta ou solicitação de oferta para comprar ou vender quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao capital investido. A rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Nos termos do art. 22 da Resolução CVM 20/2021, o BB-BI, em conjunto com o Conglomerado Banco do Brasil S.A. (“Grupo”), declaram que (i) podem ser remunerados por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa(s); (ii) podem possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), e poderão adquirir, alienar ou intermediar valores mobiliários da(s) empresa(s) no mercado. 

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.