Pular para o conteúdo principal da pagina
caminhões de transporte se movimentando em rodovia

Mercado

CCR Resultado 1T24 - Rodovias e aeroportos são destaque

Rodovias e aeroportos impulsionam resultado da CCR no 1T24.

Publicado por: Análise BB

conteúdo de tipo Leitura5 minutos

Atualizado em

07/05/2024 às 17:28


A CCR apresentou um resultado positivo no 1T24, em nossa opinião, com avanço nos segmentos de rodovias e aeroportos, tanto financeiro quanto operacional, continuidade da trajetória de ganhos de eficiência e alavancagem controlada no consolidado. Pelo lado negativo, o destaque foi a linha de mobilidade urbana, especialmente pela queda na receita do ativo financeiro no período.

  • Em Rodovias, o forte fluxo de exportação de açúcar contribuiu para o crescimento de 5,8% a/a no tráfego de veículos equivalentes, com destaque para os veículos comerciais, que apresentaram crescimento de 7,4% a/a, refletindo principalmente a cobrança dos eixos suspensos com o Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) em todas as rodovias do grupo.
  • Em Mobilidade Urbana, houve adição de duas novas estações do Metrô Bahia que, aliadas à regularização dos horários de atendimento nas linhas de Barcas no Rio de Janeiro e ao movimento ainda presente de retomada na ViaMobilidade, em São Paulo, contribuíram para o avanço de 4,9% a/a na demanda de passageiros. Apesar do bom desempenho, a queda na receita do Ativo Financeiro de 75,4% a/a acabou resultando no recuo de 36,2% a/a na Receita Líquida da unidade.
  • Em Aeroportos, o crescimento foi de 7,0% em passageiros embarcados, impulsionado por uma maior ocupação das aeronaves e maior ofertas de voos, tanto domésticos quanto internacionais.

A CCR segue sua trajetória de ganhos de eficiência. No 1T24, o indicador Custos Caixa/Receita Líquida Ajustada UDM ficou em 40,7% (-1,5 p.p. a/a), rumo à meta de 38% até 2026. Além disso, o perfil de endividamento da companhia segue estável, em ~3,0x Dívida Líquida/EBITDA Ajustado UDM, em linha com os últimos trimestres e com o mesmo período do ano anterior.

Sobre o estado de calamidade no RS. A CCR, que administra 473,4 Km de rodovias no Rio Grande do Sul, teve suas atividades impactadas pelos volumes extremos de precipitação que atingiram o estado, suspendendo as cobranças de pedágio em todas as praças de suas rodovias desde 05/05. A operação representa ~7,5% da receita bruta de pedágio e ~0,17% da receita bruta total da companhia.

Preço-alvo e recomendação

As ações CCRO3 chegaram a subir mais de 4,0% no pregão de hoje (7), contra máxima de ~1% do Ibovespa, sugerindo boa recepção dos resultados por parte do mercado. À frente, esperamos para a companhia manutenção da trajetória de ganhos de eficiência e disciplina na alocação de capital, com foco em rentabilidade e seletividade em novos investimentos. Consideramos a relação risco/retorno favorável para as ações CCRO3 e, por isso, reiteramos nossa recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 20,60 para o final de 2024.

Disclaimer

Este é um relatório público e foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. (“BB-BI”). As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes, em princípio, fidedignas e de boa-fé. Embora tenham sido tomadas todas as medidas razoáveis para assegurar que as informações aqui contidas não sejam incertas ou equivocadas, no momento de sua publicação, o BB-BI não garante que tais dados sejam totalmente isentos de distorções e não se compromete com a veracidade dessas informações. Todas as opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e derivam do julgamento de nossos analistas de valores mobiliários (“analistas’), podendo ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio, em função de mudanças que possam afetar as projeções da empresa, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança. Quaisquer divergências de dados neste relatório podem ser resultado de diferentes formas de cálculo e/ou ajustes. O Disclaimer completo encontra-se no relatório.

Disclaimer

Este é um relatório público e foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. (“BB-BI”). As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes, em princípio, fidedignas e de boa-fé. Embora tenham sido tomadas todas as medidas razoáveis para assegurar que as informações aqui contidas não sejam incertas ou equivocadas, no momento de sua publicação, o BB-BI não garante que tais dados sejam totalmente isentos de distorções e não se compromete com a veracidade dessas informações. Todas as opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e derivam do julgamento de nossos analistas de valores mobiliários (“analistas’), podendo ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio, em função de mudanças que possam afetar as projeções da empresa, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança. Quaisquer divergências de dados neste relatório podem ser resultado de diferentes formas de cálculo e/ou ajustes. O Disclaimer completo encontra-se no relatório.

Quer dar uma nota para este conteúdo?

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência e personalizar os conteúdos de acordo com a nossa

Política de Privacidade.